Carly Rae Japsen é pura E.MO.TION

carly-rae-jepsen-press-2015-interview

 

Depois de um bom tempo  ̶v̶i̶v̶e̶n̶d̶o̶   sem escrever aqui no blog, resolvi tirara esse zumbi do tumulo (ba dum tss), e começar esse ano de 2016 trazendo  coisas maravilhosas pra todos que dão uma lida nesse blog lindo, maravilhoso e super descolado, tudo isso sem exagero claro. Sim, estamos em 2016 e eu ainda sinto a necessidade de escrever em um blog, me julguem.

E para entrar com força nesse ano novo (ui), resolvi escrever sobre algo não tão novo assim. Na verdade é novo, mas ao mesmo tempo não, deu pra entender? Enfim amiguinhos, eu vou falar sobre o álbum MARAVILHOSO da canadense Carly Ray Japsen. Vocês provavelmente conhecem essa guria graças aquele hit de 2012, Call me maybe tão lembrado? Aquela musica que não saia da sua cabeça de forma alguma, era como uma praga que invadia nossas mentes e destruía nossos neurônios aos poucos. Graças a esse musica, a mocinha ai ficou bem conhecida no mundo todo. Mas como tudo passa, até uva passa ( teve muita no natal ), o hit chiclete da garoto foi pro espaço, mas até hoje é conhecido como um dos maiores hits da musica internacional, não poderia ser diferente, cá entre nós foi um sucesso né nom????

Mas e ai, o que aconteceu com Carly depois desse grande feito? Seria ela uma cantora de um hit só? Bom, para muitos sim, mas para quem acompanha a carreira da garota sabe muito bem que ela não parou por ai não. Exatamente em 2015, o ano maldito para muitos inclusive para mim, a cantora lançou o seu 3° e mais novo álbum E•MO•TION, umas das coisas mais maravilhosas que aconteceu em 2015, o ano maldito volto a repetir. O álbum veio recheado de muita musica boa, mas infelizmente nenhuma fez o mesmo sucesso que Call me maybe, o que é muito extranho. E quando eu falo que o album é bom, não estou falando da boca pra fora não seus porra, E•MO•TION ganhou atestado de qualidade da revista Entertainment Weekly tá bom de açúcar?

e-mo-tion-carly-rae-jepsen

 

O álbum  foi eleito o 2º melhor de 2015 pela redação da publicação, ficando na frente de “25” da Adele (3º lugar) e “Purpose” do Justin Bieber (17º), que foi quem a descobriu e a lançou internacionalmente.

No texto sobre o disco, a EW ressalta que “E•MO•TION” não foi um sucesso de público, e nem de longe repetiu o feito do single “Call Me Maybe” (2012). “Isso faz você pensar: o que os fãs de música andaram fumando em 2015? (…) ‘E•MO•TION’ é um dos raros álbuns em que todas as músicas grudam – e ainda vão soar frescas daqui a uma década”.

Eu, concordo plenamente com o que a revista disse, todas as musicas são incríveis, cada truck é um tiro diferente, é o tipo de álbum que você escuta inteiro sem nem perceber. É muito raro acontecer isso comigo, e quando acontece meus amigos, é que a coisa é boa mesmo. Lembro que com álbum da banda HAIM foi a mesma coisa, e vejam só como as meninas estão hoje? (não sei)

Ignorado pelo Grammy Awards, o que muitos consideraram a maior injustiça do ano, “E•MO•TION” entrou nas listas de melhores discos de 2015 de absolutamente todas as publicações. É, de fato, o título mais presente nos rankings do fim do ano passado.

A baixo você confere dois clipes feitos para algumas das melhores musicas do álbum.

 

 

 

 

Confira a lista da EW:

1. Kendrick Lamar, To Pimp a Butterfly
2. Carly Rae Jepsen, E•MO•TION
3. Adele, 25
4. Jamie xx, In Colour
5. A$AP Rocky, At.Long.Last.A$AP
6. Courtney Barnett, Sometimes I Sit and Think, and Sometimes I Just Sit
7. Chris Stapleton, Traveller
8. Father John Misty, I Love You, Honeybear
9. Wilco, Star Wars
10. Miley Cyrus, Miley Cyrus & Her Dead Petz
11. Janet Jackson, Unbreakable
12. Miguel, Wildheart
13. Alabama Shakes, Sound & Color
14. Sleater-Kinney, No Cities to Love
15. Florence + The Machine, How Big How Blue How Beautiful
16. Drake, If You’re Reading This, It’s Too Late
17. Justin Bieber, Purpose
18. Tame Impala, Currents
19. Unknown Mortal Orchestra, Multi-Love
20. Vince Staples, Summertime ’06
21. Donnie Trumpet and the Social Experiment, Surf
22. Eric Church, Mr. Misunderstood
23. Rae Sremmurd, Sremmlife
24. Algiers, Algiers
25. Marina and the Diamonds, Froot
26. CHVRCHES, Every Open Eye
27. Metz, II
28. 5 Seconds of Summer, Sounds Good Feels Good
29. Coldplay, A Head Full of Dreams
30. Bob Moses, Days Gone By
31. The Arcs, Yours, Dreamily
32. Selena Gomez, Revival
33. Joanna Newsom, Divers
34. Deerhunter, Fading Frontier
35. Hop Along, Painted Shut
36. Jason Isbell, Something More Than Free
37. Bully, Feels Like
38. Gary Clark Jr., The Story of Sonny Boy Slim
39. Björk, Vulnicura
40. Ryan Adams, 1989

Então amigos, comecem esse ano novo escutando musica boa, e se você assim como eu, já estava viciado no album, deixe seu comentario dizendo qual sua musica favoria, por mais que seja dificil de escolher só uma. Eu mesmo, escrevi essa materia escutando o cd no spotify e sem que não tem como escolher uma unica faixa. Fica a dica então, um beijo e até.

tumblr_inline_mp0l7kykZj1qz4rgp.gif

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s